quarta-feira, 3 de agosto de 2011

FEAR FACTORY - DEMANUFACTURE (1995)


O Fear Factory foi formado sob o nome Ulceration em Los Angeles, Califórnia no ano de 1989 pelo guitarrista da banda, Dino Cazares e pelo baterista Raymond Herrera..

O nome Ulceration foi escolhido pelos integrantes da banda por acharem que esse nome soava bem na época.

Em 1990, trocam o nome da banda para Fear Factory. Caracterizado por uma mistura de riffs de thrash metal (hoje em dia, soando mais Nu metal), vocais guturais que transformam-se em melódicos, batidas pulsantes marcadas pelo bumbo duplo e baixos pesados, embarcam em uma extensa turnê passando por toda a América ao lado de bandas como Pantera, Biohazard, Sepultura e Sick of it All.


Demanufacture é o segundo álbum de estúdio da banda, lançado em 1995.

É considerado um dos melhores álbuns da banda e do género musical, com riffs pesadíssimos e produção perfeita. Serviu de influência para metade das futuras bandas de metal industrial. O álbum continua explorando o conceito do homem versus a máquina, como no álbum anterior. Este álbum é a primeira aparição do baixista Christian Olde Wolbers (embora o guitarrista Dino Cazares tenha tocado o baixo no álbum), contribuindo com a faixa "Pisschrist".


Seis características de Demanufacture:

1) o FF incorpora de vez elementos de música eletrônica nas 11 faixas do álbum, mas sem exagerar ou apelar para o artificial ou sintético - Raymond Herrera , até onde eu sei, não é nenhum cyborg vindo do futuro, programado para tocar velozmente bateria.

2) Burton C. Bell, um vocalista super versátil, com uma voz excelente esbanjando melodia e peso nas canções (a última faixa é de chorar - de emoção!).

3) as guitarras marcantes de Dino Cazares, pesadas como deve obrigatoriamente ser!

4) "e o baixo?" Christian Olde Wolbers entraria posteriormente para a banda, mas as cordas mais graves nas gravações ficaram a cargo de Dino.

5) FF é uma banda obrigatória numa espécie de trilha sonora do futuro, da ficção científica dos filmes hollywoodianos, de animes como Ghost In The Shell e Bubblegum Crisis e de livros de Isaac Asimov (célebre escritor de sci-fi, autor de "Eu, Robô"). Os temas futuristas como tecnologia, ciência e robótica - a luta do homem contra a tirania e opressão da máquina - estão presentes nas letras, de autoria de Burton.

6) músicas de destaque: apenas TODAS.




Por esses fatores "Demanufacture" é um clássico e é o álbum mais importante do FF. Enfim, para se ter na discografia básica de qualquer amante de música pesada e de qualidade, sem dúvida.

Faixas:

01. DEMANUFACTURE
02. SELF BIAS RESISTOR
03. ZERO SIGNAL
04. REPLICA
05. NEW BREED
06. DOG DAY SUNRISE
07. BODY HAMMER
08. FLASHPOINT
09. H-K (HUNTER KILLER)
10.
PISSCHRIST
11. A THERAPY FOR PAIN

Burton C. Bell: Vocals
Dino Cazares: Guitars and Bass
Raymond Herrera: Drums
Christian Olde Wolbers: Bass (track 10)

Tipo de Arquivo: MP3
Tamanho: 83,28 MB



segunda-feira, 1 de agosto de 2011

LOCK UP - NECROPOLIS TRANSPARENT (2011)


Depois de quase uma década, vem o tão aguardado novo trabalho de inéditas do Lock Up, talvez uma das únicas bandas do mundo que tem tanto prestígio e importância quanto o grandioso Terrorizer. Não é para menos. Para começar, o saudoso Jesse Pintado, fazia parte de ambos os conjuntos. E ambos levam seu grindcore ao limite da brutalidade.

Em seu terceiro álbum de estúdio, esse dream team formado por Nick Barker (bateria), Shane Embury (baixo), Tomas Lindberg (vocal) e Anton Reisenegger (guitarra) mais uma vez arregaça crânios com o mais violento esporro sonoro.

São 17 músicas calcadas na pura velocidade e peso, diretas e bestiais. Os vocais de Lindberg, que também está à frente do At the Gates, é gritado e potente. Assim como em “Hate Breeds Suffering”, combinou com o espírito do grupo. Mas nesse play, ele parece muito mais raivoso. Nick Barker vive demolindo seu kit de bateria, como querendo dizer “lentidão é para os fracos!”. Shane Embury (Napalm Death), outra lenda do underground, toca velozmente seu distorcido baixo, característica do músico que, entre os inúmeros projetos, também faz parte do Brujeria. E coube ao desconhecido Anton Reisenegger a difícil tarefa de substituir Pintado, um dos mais carismáticos músicos da cena em questão. Só que cara não fez feio não! Manteve o clima dos velhos tempos do conjunto.


Como se não bastasse tanta experiência e técnica, a Lock Up conta ainda com participações especialíssimas de outros mitos da música pesada - Peter Tägtgren (Hypocrisy – ex-vocalista da própria Lock Up) e Jeff Walker (Carcass). Se alguém ainda tinha dúvidas do poderio de “Necropolis Transparent”, considere-as sanadas.

Aqui, como já era de se esperar, não há músicas que se destaquem. Todas possuem o mesmo peso e insanidade, totalizando mais de 40 minutos de terror. Produção perfeita, capa linda, qualidade mais que garantida. A Lock Up não mudou em absolutamente nada sua forma de executar grindcore. E nisso, eles são únicos. O álbum pode ser considerado uma extensão dos discos anteriores. Uma analogia válida aqui: são os Ramones do grind. Não tenho dúvidas de que esse estará entre os mais votados de melhores de 2011. E aí, grandes selos/gravadoras nacionais, quem lançará a versão nacional do CD?



Faixas:

01. Brethren of the Pentagram
02. Accelerated Mutation
03. The Embodiment of Paradox and Chaos
04. Necropolis Transparent
05. Parasite Drama
06. Anvil of Flesh
07. Rage Incarnate Reborn
08. Unseen Enemy
09. Stygian Reverberations
10. Life of Devastation
11. Roar of a Thousand Throats
12. Infiltrate and Destroy
13. Discharge the Fear
14. Vomiting Evil
15. Stigmatyr (Bonustrack)
16.
Through the Eyes of My Shadow Self
17. Tartarus

Tomas Lindberg – Vocals
Anton Reisenegger – Guitars
Shane Embury – Bass
Nicholas Barker – Drums

Tipo de Arquivo: MP3
Tamanho: 97,53 MB


domingo, 24 de julho de 2011

LIMP BIZKIT - GOLD COBRA (2011)


Limp Bizkit foi formado em 1994 em Jacksonville, depois que Fred Durst conheceu Sam Rivers. Rivers apresentou Durst ao seu primo, John Otto, um baterista de Keystone Heights, Flórida. Os três se reuniram para tocarem juntos e logo depois começaram oficialmente a banda. O trio logo recrutou o guitarrista Rob Waters e o Limp Bizkit se estabeleceu. A banda fez uma demo com quatro músicas, intitulado de Mental Aquaducts. Otto sugeriu que o grupo fosse recrutar Wes Borland, que tinha ido para a faculdade, para o cargo agora vago. Durst viu Borland tocar em clubes e queria recrutá-lo. Durst foi para Filadélfia e ele instruiu os outros membros para falar com Wes e ver se ele se queria se juntar a banda. Wes aceitou e na mesma noite Fred voltou para Jacksonville e um show foi agendado. Fred e Wes se reuniram pela primeira vez, praticado por meia hora, e depois o primeiro concerto aconteceu.

A banda continuou a tocar vários concertos, o seu local de encontro mais populares é o Milkbar em Jacksonville. Em 1995, Fred Durst encontrou e conversou com membros da banda KoRn, quando fez um show na área de Jacksonville. Durst, um tatuador, fez no guitarrista Brian "Head" Welch umas tatuagens e os dois se tornaram amigos. Fred Durst deu ao Korn a fita demo da banda mas eles disseram que era nada de especial.

Mais tarde, com Borland, uma segunda demo foi gravada e, desta vez o Korn ficau impressionado. A demo incluía as faixas "Counterfeit", "Stuck", "Stalemate", e "Pollution", que acabaria no álbum de estréia de Three Dollar Bill, Yall $. A fita demo foi mostrada a Ross Robinson, que produziu para o Korn, e ele ficou impressionado.

Ross decidiu contratar o Limp Bizkit e declarou sua intenção de produzir para a banda. Em um concerto no Garbage, Durst havia encontrado Jordan Schur e deu sua fita demo para ele. Ele ficou impressionado e quis assinar com o Limp Bizkit para sua gravadora, a Flip Records. A esta altura, a banda saiu em turnê com as bandas Deftones e House of Pain. Limp Bizkit depois assinou com a Mojo Records, mas mais tarde foi comprada por Schur e posteriormente assinaram com a Records Flip.


Gold Cobra é o quinto álbum de estúdio da banda norte-americana de rock Limp Bizkit, lançado em 24 de junho de 2011 pela Interscope Records. Este é o primeiro trabalho da banda desde o EP The Unquestionable Truth (Part 1) de 2005, e seu primeiro álbum feito pela banda com todos os integrantes da formação original desde Chocolate Starfish and the Hot Dog Flavored Water de 2000.

O álbum apesar de ter sido relativamente bem recebido pelos especialistas, com criticas que variavam entre boas e muito ruins, o disco acabou não indo muito bem nas vendas.



Gold Cobra estreou na posição #30 no UK Albums Chart do Reino Unido, #13 nos Charts do Canadá e em número #1 na Alemanha. O CD vendeu pelo menos 27 000 cópias na primeira semana de vendas nos Estados Unidos e estreou na 16ª posição na Billboard 200. O álbum também entrou em outras charts da revista Billboard nas posições #3 na tabela Rock Albums, #11 na Digital Albums, # 2 na Alternative Albums, #1 na Hard Rock Albums e na posição #21 na Tastemakers Albums.

Faixas:

01. Introbra
02. Bring It Back
03. Gold Cobra
04. Shark Attack
05. Get A Life
06. Shotgun
07. Douche Bag
08. Walking Away
09. Loser
10. Autotunage
11. 90.2.10
12. Why Try
13. Killer In You

Fred Durst - Vocals
Wes Borland - Guitars
DJ Lethal - Samplers
John Otto - Drums
Sam Rivers - Bass

Tipo de Arquivo: MP3
Tamanho: 112 MB
Download: http://www.megaupload.com/?d=TH28UNQF

sábado, 9 de julho de 2011

RAIMUNDOS - RODA VIVA (2011)


Quem curte rock nacional dos anos 90, certamente cantou muito músicas como “Puteiro em João Pessoa” e “Eu quero ver o oco”, da Banda de Brasília – Raimundos.

Em 2001, Rodolfo Abrantes, o até então vocalista, deixa o grupo para seguir carreira solo – deixando muitas pessoas com a sensação de que a banda tinha acabado.

Verdade seja dita, quem é fã sabe que isso nunca aconteceu.

E em 2010, 9 anos depois, a banda grava o DVD Roda Viva, em São Paulo, para mostrar a todos que assim como o refrão da música “Marujo”, Raimundos nunca vai se acabar.

O DVD, não deve nada ao último registro em video da banda – o MTV Ao Vivo, em 2000.

Muito pelo contrário, com Digão no vocal, Canisso no contrabaixo, Marquim na guitarra e Caio na bateria, a sonoridade da banda é incrível.

Digão e Canisso estão ainda melhores e o que se pode ver nas 25 faixas do DVD Roda Viva, é a evolução musical da banda.

No repertório, além das duas músicas citadas no início desse texto, as clássicas “Pão da minha prima”, “Mulher de fases”, “Tora Tora”, “Palhas do Coqueiro” e “Esporrei na manivela”, entre outras.

Também as músicas gravadas pós 2001, como “Fique Fique”, “Macaxera” e “Mas Vó”.

E claro, a inédita “Jaws”, que tem uma qualidade musical muito boa e relembra os bons tempos de Raimundos.

A banda está aí para quem quiser ver. O novo Raimundos, se não é melhor, é tão bom quanto o original.





Faixas:

CD1
1. Fique Fique
2. Esporrei Na Manivela
3. Jaws
4. Marujo
5. Rapante
6. Opa Peraí Caceta
7. Pompem
8. Pão Da Minha Prima
9. Mulher De Fases
10. Palhas Do Coqueiro
11. Bê A Bá
12. Macaxera
13. Pitando no Kombão

CD2
1. Aquela
2. I Saw You Saying
3. Me Lambe
4.
A Mais Pedida
5. Mas Vó
6. Reggae Do Manero
7. Tora Tora
8. Eu Quero Ver O Oco
9. Deixa Eu Falar
10. Kavookavala
11. Baixo Calão
12. Puteiro Em João Pessoa

Tipo de Arquivo: MP3
Tamanho: 138,47 MB
Download: http://www.megaupload.com/?d=XYT1A4OZ

quinta-feira, 7 de julho de 2011

THE BRUCE MOVIE (2005) - VOLCOM


Bruce Irons (16 de novembro de 1979, Hanalei, Kauai, Havaí) é um surfista profissional e irmão do falecido tricampeão mundial de surfe, Andy Irons.
Mais conhecido por suas manobras aéreas radicais e grande habilidade em entubar de backside, pretende surfar qualquer onda no planeta.
                                                                                                                      
Bruce cresceu entre os melhores surfistas amadores do Havaí, entre eles, seu irmão Andy.

Ganhou diversos campeonatos americanos de surfe, onde obteve várias vitórias juvenis até 1996. Após concluir o ensino médio, se tornou profissional.

Como profissional, suas melhores colocações foram um segundo lugar em Pipeline, em 1998, o terceiro lugar em 2000, e a vitória sobre o campeão do mundo Kelly Slater, em 2001, novamente em Pipeline.

Fora do Circuito Mundial de Surf, Bruce se converteu numa lenda havaiana, vencendo o Quiksilver in Memory of Eddie Aikau, na baía de Waimea, Havaí, onde são encontradas ondas superiores a 12 metros de altura.

Recentemente ele desistiu das competições e do circuito mundial para se dedicar ao free surf(modalidade em que o surfista não compete com outros surfistas). Bruce se empenha agora em pegar os melhores tubos do mundo.


Nesse filme você também vai testemunhar o seu primeiro ano frustrante no Campeonato Mundial,  típico de Bruce, ele espera até o último segundo para recuperar um lugar no WCT, onde ele faz a final em uma de suas ondas favoritas: Pipeline. Este primeiro filme de Bruce Irons vai ficar na história item indispensável na biblioteca de cada surfista.

Tipo de Arquivo: AVI
Tamanho: 699,16 MB
Download: http://www.megaupload.com/?d=YPMBKUTK


terça-feira, 5 de julho de 2011

AC/DC - LIVE AT RIVER PLATE (2010) DVDRip


AC/DC “Live At River Plate”, um concerto ao vivo definitivo, O DVD documentado a turnê mundial “Black Ice”, marcou a volta triunfante do AC/DC à Buenos Aires, onde tocou para quase 200 mil fãs em três shows com ingressos esgotados, uma celebração com a banda após uma ausência de 13 anos na Argentina. Dirigido por David Mallet e produzido por Rocky Oldham, “Live At River Plate”, foi filmado com 32 câmeras inteiramente em HD. Possui 19 músicas (110 minutos).




O show tem aqueles momentos que encontramos em todos os DVDs ao vivo do AC/DC: o striptease de Angus em "The Jack"; o sino gigante que desce e é tocado por Brian em "Hell's Bells"; a boneca inflável gigante em "Whole Lotta Rosie"; e os canhões explodindo em "For Those About To Rock (We Salute You)". Momentos que os fãs deliram totalmente, e que caracterizam um show do AC/DC. Após a banda se despedir do palco, uma queima de fogos de artifício encerra em alto estilo este DVD que documenta a turnê mais bem sucedida da banda: segundo a Wikipedia, foram mais de 160 shows, quase 5 milhões de espectadores e arrecadação total de 441 milhões de dólares, a terceira maior turnê de toda a história, ficando atrás apenas da turnê dos Rolling Stones "A Bigger Bang Tour" e da turnê do U2 "360º Tour".

Eis o set list deste maravilhoso DVD:

01 - "Rock 'n' Roll Train"
02 - "Hell Ain't a Bad Place to Be"
03 - "Back in Black"
04 - "Big Jack"
05 - "Dirty Deeds Done Dirt Cheap"
06 - "Shot Down in Flames"
07 - "Thunderstruck"
08 - "Black Ice"
09 - "The Jack"
10 - "Hells Bells"
11 - "Shoot to Thrill"
12 - "War Machine"
13 - "Dog Eat Dog"
14 - "You Shook Me All Night Long"
15 - "T.N.T."
16 - "Whole Lotta Rosie"
17 - "Let There Be Rock"
18 - "Highway to Hell"
19 - "For Those About to Rock (We Salute You)"

Brian Johnson - Vocals
Angus Young - Lead Guitars
Malcolm Young - Rythym Guitars, Backing Vocals
Cliff Williams - Bass, Backing Vocals
Phil Rudd - Drums

Tipo de Arquivo: AVI
Tamanho: 888 MB
Download: http://www.megaupload.com/?d=5H6JKTCX

domingo, 3 de julho de 2011

THE BIG FOUR (METALLICA, SLAYER, MEGADETH & ANTHRAX)


The Big Four foi o arranque de grandes bandas de thrash metal que criaram e popularizaram o gênero no começo no início dos anos 80, As quatro grandes bandas do thrash metal são Anthrax, Megadeth, Metallica e Slayer, sendo Metallica a principal das quatro. O thrash metal é um gênero muito mais agressivo do que o speed metal, considerado seu predecessor.

Em setembro de 2009, foi relatado que o Lars Ulrich do Metallica estava tentando montar uma turnê de thrash metal com "Big Four" - Metallica, Megadeth, Slayer e Anthrax - juntos em um projeto de lei. O "Big Four" subiu ao palco juntos para fazer sete shows na série de concertos Sonisphere Festival. O primeiro show juntos teve lugar em Varsóvia, na Polônia em 16 de junho de 2010 e o último teve lugar em Istambul, na Turquia em 27 de junho. Em 05 de maio de 2010 Metallica anunciou que o show em Sofia, Bulgária em 22 de junho 2010 foi transmitido via satélite para mais de 450 salas de cinema nos EUA e mais de 350 cinemas em toda a Europa, Canadá e América Latina. O concerto deu origem ao álbum The Big Four – Live From Sofia.

Em dezembro de 2009, as quatro bandas realizaram uma turnê juntos em festivais Sonisphere na Polônia, República Checa, Bulgária, Romênia e Turquia. Em 22 de junho de 2010, todas as bandas tocaram no mesmo palco juntas pela primeira vez, na capital búlgara, a música "Am I Evil? ", cover de Diamond Head. Esta é também a primeira vez que James Hetfield e Dave Mustaine tocaram juntos desde 1983, quando Mustaine foi expulso do Metallica. Esse show também foi mostrado em cinemas ao redor do mundo  e gravado no DVD ao vivo The Big 4 Live from Sofia, Bulgaria.


Anthrax

01 – Caught in a mosh
02 – Got the time
03 – Madhouse
04 – Be all, end all
05 – Antisocial
06 – Indians/Heaven and Hell
07 – Medusa
08 – Only
09 – Metal Thrashing Mad
10 – I am the Law

Tipo de Arquivo: MP3
Tamanho: 87,2 MB



Megadeth

01 – Holy Wars…The Punishment due
02 – Hangar 18
03 – Wake up Dead
04 – Head Crusher
05 – In My Darkest Hour
06 – Skin o’ my Teeth
07 – A Tout Le Monde
08 -  Hook in Mouth
09 – Trust
10 – Sweating Bullets
11 – Symphony of Destroction
12 – Peace Sells/Holy Wars Reprise

Tipo de Arquivo: MP3
Tamanho: 83,5 MB



Slayer

01 – World Painted Blood
02 – Jihad
03 – War Ensemble
04 – Hate Worldwide
05 – Seasons in the Abyss
06 – Angel of Death
07 – Beauty Through Order
08 – Disciple
09 – Mandatory Suicide
10 – Chemical Warefare
11 – South of Heaven
12 – Raining Blood

Tipo de Arquivo: MP3
Tamanho: 85,2 MB



Metallica

01 – Creeping Death
02 – For Whom the Bell Tolls
03 – Fuel
04 – Harverster of Sorrow
05 – Fade to Black
06 – That Was Just Your Life
07 – Cyanide
08 – Sad But True
09 – Welcome Home (Sanitarium)
10 – All Nigthmare Long
11 – One
12 – Master of Puppets
13 – Blackened
14 – Nothing Else Matters
15 – Enter Sandman
16 – Am I Evil?
17 – Hit the Lights
18 – Seek & Destroy

Tipo de Arquivo: MP3
Tamanho: 180 MB



Anthrax

Joey Belladonna – Lead Vocals
Rob Caggiano – Lead Guitar
Scott Ian – Rhythm Guitar, Backing Vocals
Frank Bello – Bass, Backing Vocals
Charlie Benante – Drums

Megadeth

Dave Mustaine – Lead Vocals, Guitar
Chris Broderick – Guitar, Backing Vocals
Dave Ellefson – Bass, Backing Vocals
Shawn Drover – Drums

Slayer

Tom Araya – Vocals, Bass
Jeff Hanneman – Guitar
Kerry King – Guitar
Dave Lombardo – Drums

Metallica

James Hetfield – Lead Vocals, Guitar
Kirk Hammett – Guitar, Backing Vocals
Robert Trujillo – Bass, Backing Vocals
Lars Ulrich - Drums



terça-feira, 28 de junho de 2011

segunda-feira, 27 de junho de 2011

RATOS DE PORÃO - BRASIL/ANARKOPHOBIA (1988/1990)


Brasil é o quarto álbum da banda brasileira Ratos de Porão, lançado em 1988 através da gravadora Eldorado. Considerado por alguns como o melhor álbum da banda, esse álbum abriu passagens para o grupo. Foi gravado em Berlim e produzido pelo famoso Harris Johns (Sodom, Tankard e Exumer), com a capa desenhada pelo autor de quadrinhos underground paulistano Marcatti. Esse álbum pode ser encontrado em português e inglês.

Anarkophobia é o quinto álbum da banda Ratos de Porão, lançado em 1990 (ele seria lançado em 1998 novamente pela Gravadora Eldorado no Brasil e no  exterior pela Roadracer Records). Gravado e produzido na Alemanha, com o mesmo produtor e mesmo desenhista de capa de Brasil, inclui um cover de "Commando" dos Ramones.

Este é o álbum da banda onde há mais influências de thrash metal, sendo repudiado pelos antigos fãs e saudado pelos fãs de metal extremo da época.

Na edição em CD da versão em português, há uma versão da música "Jardim Elétrico" da banda Os Mutantes como faixa-bônus, que foi lançada originalmente em 1989 no álbum-tributo à Arnaldo Batista, Sanguinho Novo.






Faixas:

01 .- Amazônia Nunca Mais
02 .- Retrocesso
03 .- Aids, Pop, Repressão
04 .- Lei do Silêncio
05 .- S.O.S. País Falido
06 .- Gil Goma
07 .- Beber Até Morrer
08 .- Plano Furado II
09 .- Heroína Suicida
10 .- Crianças Sem Futuro
11 .- Farsa Nacionalista
12 .- Traidor
13 .- Porcos Sanguinários
14 .- Vida Animal
15 .- O Fim
16 .- Máquina Militar
17 .- Terra do Carnaval
18 .- Herança
19 - Contando os mortos
20 - Morte ao rei
21 - Sofrer
22 - Ascenção e queda
23 - Mad society
24 - Ódio 3
25 - Anarkophobia
26 - Igreja Universal
27 - Commando (Ramones Cover)
28 - Escravo da TV
29 – Jardim Elétrico (Mutantes Cover)

Formação Atual:

João Gordo (João Francisco Benedan) - vocais (1983-presente)
Jão (João Carlos Molina Esteves) vocais (1981-1982) - bateria (1983-1986) - guitarra (1981-1982,1986-presente)
Boka (Maurício Alves Fernandez) - bateria (1991-presente)
Juninho (Paulo Sergio Sangiorgio Júnior) - baixo (2004-presente)

Tipo de Arquivo: MP3
Tamanho: 155 MB


REVISTA FLUIR 90's SURF MUSIC - COLETÂNEA


Cd com algumas das melhores bandas de Punk Rock Californiano da época (década de 90), parte integrante da revista Fluir, direcionada ao público de Surf e Skate.



Faixas:

1. Pennywise - Peaceful Day
2. NOFX - Bleeding Heart Disease
3. No Fum at All - Master Celebrator
4. Shelter - Society Based on Bodies
5. Millencolin - Mr. Clean
6. Satanic Surfers - The Treaty and the Bridge
7. Down By Law - Radio Ragga
8. Voodoo Glow Skulls - Shoot the Moon
9. Shades Appart - Valid
10. Pleasure Fuckers - Last Smoke Last Dime
11. Gorilla Biscuits - Competition
12. Liberator - Handy Man
13. RKL - Will to Survive
14. Cerebros Expremidos - Romper la Red

Tipo de Arquivo: MP3
Tamanho: 36,6 MB

sexta-feira, 10 de junho de 2011

SURF MUSIC - VÁRIOS ARTISTAS






Faixas:

01 Misirlou – Dick Dale & His Del-Tones
02 Down Under – Men At Work
03 Never Should Have Bothered You – Shock Poets
04 Bulletproof Heart – The Silencers
05 Come Anytime – Hoodoo Gurus
06 Summer Song – Joe Satriani
07 Girl Afraid – The Smiths
08 Hundreds Of Languages – Ganggajang
09 Severina – The Mission
10 Heal It Up – Concret Blonde
11 Tom Sawyer – Rush
12 Pet Cemetery – The Ramones
13 Pure Massacre – Silverchair
14 For The Love Of God – Steve Vai

Tipo de Arquivo: MP3
Tamanho: 75,8 MB

terça-feira, 7 de junho de 2011

GOOD TIMES - A TAYLOR STEELE MOVIE (SOUNDTRACK)






Faixas:

01. Sprung Monkey - Good Times
02. Strung Out - Wrong Side Of The Tracks
03. Bad Religion - Punk Rock Song
04. A.F.I. - The Checkered Demon
05. Pennywise - Tomorrow
06. Pivit - Hangnail
07. Blink 182 - Lemmings
08. 98 mute - Painkiller
09. 09. Unwritten Law - Falling Down
10. The Vandals - Let the Bad Times Roll
11. 88 Fingers Louie - Holding Back
12. Blink 182 - Zulu
13. Sack Lunch - America
14. Rhythm Collision - Happy Like A Clam
15. Strung Out - Insomniacity
16. Unwritten Law - Superman
17. 7 Seconds - The Kids Are United

Tipo de Arquivo: MP3
Tamanho: 47,3 MB

segunda-feira, 6 de junho de 2011

NIRVANA - NEVERMIND (1991)


Nirvana foi uma banda americana de rock formada pelo vocalista e guitarrista Kurt Cobain e pelo baixista Krist Novoselic em Aberdeen em 1987. Vários bateristas passaram pelo Nirvana, sendo o que mais tempo ficou na banda foi Dave Grohl, que entrou em 1990.

No final da década de 1980 o Nirvana se estabeleceu como parte da cena grunge de Seattle, lançando seu primeiro álbum, Bleach, pela gravadora independente Sub Pop em 1989. A banda eventualmente chegou a desenvolver um som que se baseava em contrastes dinâmicos, muitas vezes entre versos calmos e barulhentos, e refrões pesados.

Depois de assinar com a gravadora DGC Records, o grupo encontrou o sucesso inesperado com "Smells Like Teen Spirit", o primeiro single do segundo álbum da banda, Nevermind. O sucesso repentino da banda amplamente popularizou o rock alternativo como um todo, e como o vocalista da banda, Cobain se encontrou referido na mídia como o "porta-voz de uma geração".



Nevermind é o segundo álbum de estúdio da banda norte-americana Nirvana, lançado em 1991. Desde a sua estreia, conquistou aclamação da crítica e sucesso de público, a banda já vendeu mais de 50 milhões de álbuns em todo o mundo, sendo que 25 milhões foram vendidos só no Estados Unidos (dados até 2002).




Este álbum consagrou o Nirvana no mundo todo, famoso pela sua variada sonoridade e principalmente pela sua capa, eleita pela revista Rolling Stone como a melhor capa de todos os tempos. Este álbum está na lista dos 200 álbuns definitivos no Rock and Roll Hall of Fame.

Mesmo lançado há 19 anos, Nevermind ainda continua sendo um dos trabalhos mais influentes do cenário musical. Recentemente, o canal de TV norte-americano VH1, elegeu Nevermind como o segundo melhor álbum de rock da história, apenas atrás de Revolver, dos Beatles.


Faixas:

01. Smells Like Teen Spirit
02. In Bloom
03. Come as You Are
04. Breed
05. Lithium
06. Polly
07. Territorial Pissings
08. Drain You
09. Lounge Act
10. Stay Away
11. On a Plain
12. Something In The Way

Kurt Cobain – Vocal, Guitarra
Krist Novoselic – Baixo, Vocal
Dave Grohl – Bateria, Vocal

Tipo de Arquivo: MP3
Tamanho: 45,7 MB

COMENTEM !!!

 
 
Comentar em alguma postagem não irá lhe custar mais do que alguns segundos. Colabore !!! - COMENTE nas postagens que apreciar!

sábado, 4 de junho de 2011

COMIDA DI BUTECO (RECEITAS DO FESTIVAL DE BH)



EM CADA BUTECO, BATEM VÁRIOS CORAÇÕES!!!




Tipo de Arquivo: Microsoft Word
Tamanho: 394 KB

AGRADECIMENTOS: MARLON "THE CHAMELEON" GARCIA

MIDNIGHT OIL - 20,000 Watt R.S.L. (1997)


O Midnight Oil é conhecido em todo o mundo como uma banda de ideais políticos e ambientais fortes. Sua maneira de abordar tais temas a transformou suas canções em hinos e suas apresentações em comícios, mantendo vivo o espírito contestador e inconformista do rock. Os Oils, como são chamados pelos fãs, também ficaram conhecidos por terem obtido legalmente junto à gravadora o pleno controle sobre sua obra artística, não se submetendo as regras do mercado fonográfico.

No início a banda girava em torno de três amigos Jim Moginie, Rob Hirst e Andrew James, que em 1972 formaram o The Farm. A banda fez apresentações antológicas e conquistou uma legião de fãs especialmente surfistas da cidade de Sidney.

O Farm continuou como um trio até 1975, a entrada de um estudante de direito chamado Peter Garret agitou mais ainda os shows da banda que nessa época fazia uma mistura de AC/DC e Focus.



Com o relativo sucesso da banda, no final de 1976 a banda muda seu nome para Midnight Oil. No início de 1977 um novo membro se junta a banda, o guitarrista Martin Rotsey. Com novo nome e formação o Midnight Oil passa a compor novas músicas com letras mais políticas.



No ano de 1980, o baixista e um dos fundadores da banda Andrew James é forçado a sir por problemas de saúde, para seu lugar é recrutado Peter Gifford.




“20,000 Watt R.S.L.”, é uma colêtanea com os sucessos da banda lançada em novembro de 1997 e que vendeu 150 mil cópias somente na Austrália. Com esta vendagem a banda recebeu um álbum de platina. O cd conta com 18 faixas consagradas.

Faixas:

01. What Goes On 
02. Power and The Passion 
03. Dreamworld 
04. White Skin Black Heart 
05. Kosciuszko 
06. The Dead Heart 
07. Blue Sky Mine 
08. Us Forces 
09. Beds Are Burning 
10. One Country 
11. Best Of Both Worlds 
12. Truganini 
13. King Of The Mountain 
14. Hercules 
15. Surf s Up Tonight 
16. Back On The Borderline 
17. Don t Wanna Be The One 
18. Forgotten Years 

Rob Hirst – drums, vocals
Jim Moginie – lead guitar, keyboards
Peter Garret – lead vocals, harmonica
Martin Rotsey – lead guitar
Bones Hillman – bass guitar, vocals

Tipo de Arquivo: MP3
Tamanho: 70,0 MB

sexta-feira, 3 de junho de 2011

THE PIER EXPOSED SAMPLER VOL.2 (2010)





Pier de Santa Monica

01. Dodger - The Sleep
02. Katastro - That Place You Know
03. Aaron Kamm And The One Drops - Gnu-Gnu
04. Knowledgeborn07 - Dead Willow Blues
05. Pacific Dub - Sundown
06. Sethdavis - Howmanytimes
07. Rude City Riot - 25 Years
08. J-San & The Analogue Sons - Onesound
09. Skitn - Late Night Drive
10. Jah Works - Ayo Ayo
11. Blue Island Tribe - Down
12. Subliminal Trip - Be Set Free
13. Pasadena - NFS
14. One Pin Short - Revolution
15. Dan Sherill - Unreal

Gênero: Reggae/Rock/Dub
Ano: 2010
Tipo: Coletânea
Formato: MP3
Tamanho: 82,4 MB
Download: http://www.megaupload.com/?d=0YYTMNOI

quinta-feira, 2 de junho de 2011

JOHN BALA JONES - JOHN BALA JONES (2002)


A banda catarinense John Bala Jones surgiu na Lagoa da Conceição, em Florianópolis, no ano de 1999, originado da fusão da banda Rococó. O repertório é caracterizado pela diversidade de ritmos, sob influência forte do rock, funk, soul, rap, samba, essa galera conseguiu fazer um som contagiante., onde cada integrante incluiu seu estilo musical. As baladas são mescladas com guitarra, percussão e fortes levadas de bateria. Em 2000, apresentou-se pela primeira vez no palco principal do Planeta Atlântida de Santa Catarina. O show possibilitou ao John Bala Jones apresentar-se para o público de outros estados, como Rio Grande do Sul, Paraná, Rio de Janeiro e Ceará. Neste último, a banda esteve presente no festival Ceará Music.


No ano de 2001, assinou contrato com a Som Livre e, no ano seguinte, gravou seu primeiro álbum, todo com composições próprias, como Na Ladeira, Submarino da Nação, Mundo Tranqüilo, Se Qués Quês e Ei Moleque.



Faixas:

03 - Ei Moleque!
04 - Cartel
07 - Chuva
12 - Nada No Bolso
14 - Submarino Da Nação

Guilherme Ribeiro – Vocal
Jerônimo Thompson – Guitarra
Fernando Pereira – Guitarra
Mateo Troncoso – Baixo
Fábio Barreto – Bateria
Giulio Franco – Percussão

Tipo de Arquivo: MP3
Tamanho: 84,3 MB
Download: http://www.megaupload.com/?d=Q3SQER63